Mostrando postagens com marcador Paixão eterna. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Paixão eterna. Mostrar todas as postagens

2 de novembro de 2011

Paixão Eterna


Londres, Século XIX

Jocelyn Kingly retira mulheres das ruas de Londres, com a determinação de poupá-las de um destino desafortunado.

Sua missão conta com a ajuda de Amadeus Fallow, um vigário bem intencionado, cujos serviços mostram-se valiosos.
Apesar do fato de sua presença deixá-la tensa a ponto de sentir arrepios, a ajuda que ele fornece parece-lhe muito melhor do que as atenções do charmoso Lucien Valin. Confiante e cheio de si, Lucien é exatamente o tipo de homem que Jocelyn abomina, embora seja incapaz de negar a poderosa atração que ele lhe desperta.
Quando a comunidade local se vê aterrorizada por estranhos acontecimentos, Jocelyn descobre que existe algo envolvendo Amadeus e Lucien que ela desconhecia.
E descobre também que o misterioso amuleto em sua posse é o núcleo dos estranhos segredos daqueles dois homens.
E agora, Jocelyn pode confiar no homem que afirma ser seu amigo, ou render-se àquele que anseia por ser seu amante?...

Capítulo Um

Embora nunca tivesse encontrado o demônio, Jocelyn Kingly estava certa de que ele agora estava sentado em sua saleta, diante da escrivaninha à qual ela própria se acomodava.
E não era tanto pelas aparências que pensava assim, avaliou consigo mesma.
Afinal, o homem de cabelos claros e rosto suave, e com olhos de um tom castanho puro, rajado de uma cor mais densa, que poderiam fazer inveja a muitas mulheres, olhava-a calmamente, parecendo ignorar a beleza máscula e, ao mesmo tempo, delicada, dos próprios traços.
Mas nada havia de angelical no ar de riso que aparecia naqueles lábios cheios e sensuais que sorriam de leve diante dela.
E muito menos no charme elegante e educado de sua postura.
Jocelyn sentia que devia tê-lo mandado embora assim que colocou os pés na soleira de sua porta, sem nem por um momento pensar em receber um homem assim em sua casa.
Onde estava com a cabeça, afinal?
Quando lhe ocorrera pela primeira vez a idéia de alugar o sótão, fora com a intenção de receber um inquilino tranqüilo e discreto.
Alguém que não perturbasse a paz de sua casa.
Mas, infelizmente, havia poucos inquilinos assim naquela região da cidade.
Os batedores de carteira e as prostitutas dali não teriam dinheiro para pagar o aluguel que estava pedindo, mesmo que, porventura, considerasse aceitar algum deles dentro de sua casa.
E os poucos cavalheiros que possuíam negócios naquela parte de Londres, já tinham suas próprias moradias, em geral bem longe de St. Giles.
Portanto, sua única opção estava bem ali, na figura de Lucien Valin.
Jocelyn sentiu um frio percorrer-lhe a espinha.
Se, ao menos, não estivesse precisando tão desesperadamente de dinheiro!
Se, ao menos, sua pensão não fosse demorar dois meses para ser recebida!
Se...

DOWNLOAD
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...