Mostrando postagens com marcador O Leão Negro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador O Leão Negro. Mostrar todas as postagens

7 de agosto de 2017

O Leão Negro

Série Saga Montgomery
Misteriosamente belo, imensamente rico, o audaz conquistador inglês, era conhecido como Leão Negro por sua ferocidade de leão. 

Ninguém podia competir com ele, até que enfrentou a Lyonene, uma beleza de olhos verdes cujo espírito fogoso igualava ao dele.
Lyonene suportou inumeráveis perigos para estar ao seu lado, até que um dia as mentiras maliciosas a conduziram para um grave perigo. Somente Leão Negro tinha a coragem para destruir a conspiração implacável que os tinha separado e que tinha ameaçado os laços de amor que tinham jurado não romper jamais. As chamas da paixão... Com um poderoso movimento, o homem rasgou o lençol que a cobria e, sem querer, emitiu um gemido ao vê-la, mais encantadora do que poderia imaginar. Lyonene viu sua expressão, e a fúria se converteu em medo, já que viu o rosto do Leão Negro, um rosto que tinha obrigado a homens robustos a se ajoelhar e se render. Não tinha acreditado que pudesse ter um olhar tão assustador, um olhar que agora se dirigia para ela. Instintivamente, tratou de se cobrir quando ele rasgou o lençol.

Capítulo Um


Lyonene ouviu os passos fortes de Lucy na escada de pedra e se aconchegou sob o grosso cobertor. Os ventos de janeiro assobiavam no exterior da velha torre e rajadas de vento gelado penetravam pelas venezianas de madeira, mas sua cama estava quente e tinha a intenção de ficar nela o máximo possível.
—Lady Lyonene. — Lucy abriu o cortinado da cama.
Lucy, agora, era uma mulher velha e estava muito gorda. Tinha cuidado de Lyonene desde que nasceu e gostava dela como a uma mãe.
— Sua mãe quer que vista a túnica dourada, a capa e o manto verde.
Lyonene, que tinha virado para a luz com certa má vontade, olhava agora Lucy com interesse.
— O manto e a capa verde?
— Chegou um convidado, um convidado muito importante, e têm que vestir os seus melhores trajes para realizar a apresentação.
Lyonene afastou a roupa de cama e colocou um pé no chão de carvalho. As venezianas estavam muito bem fechadas devido ao frio invernal e a única luz provinha da pequena lareira e da vela de sebo situada no alto candelabro junto à cama. O suave brilho destacava todas as curvas de seu jovem e esbelto corpo. Lucy ajudou sua senhora a colocar a anágua de linho e a justa túnica de lã que ressaltava seu esbelto corpo de mulher. A capa, aberta nos lados, não cobria nada.
— Conhece o convidado? Trata-se de um amigo de meu pai?
—Não, senhora. — Lucy rodeou o cinto de couro ao redor da estreita cintura de Lyonene. — É um conde, um homem jovem que seu pai ainda não tinha conhecido.
Lyonene se deteve e olhou fixamente sua criada.
— É bonito? É um conde jovem e bonito, tem o cabelo claro e monta um garanhão branco? — Brincou Lyonene.
— Isso você verá no seu devido tempo. Agora, pegue o pente para que possa desembaraçar o seu cabelo.
Lyonene obedeceu enquanto insistia:
— Me conte algo mais sobre ele. De que cor tem os olhos? E seu cabelo?
— Negro muito negro. Tão negro como os olhos do diabo.
As duas mulheres levantaram a vista quando Gressy e Meg entraram no pequeno quarto carregando lençóis de linho limpos. Falou Gressy, a mais velha das duas:
—O conde chegou. Não é qualquer conde do rei, trata-se do grande Leão Negro em pessoa.
— É verdade que é negro. — Acrescentou Meg.
— Tem os olhos e os cabelos negros como satã. Inclusive seu cavalo é completamente negro. — Remarcou Gressy.
Lyonene olhou para elas com uma expressão de horror. Tinha ouvido todo tipo de histórias sobre o Leão Negro desde que era uma menina, histórias de força e coragem. Mas cada uma delas sempre estava pintada de um toque de maldade; acaso sua força provinha de algum poder maligno.
— Estão seguras de que se trata do Leão Negro e não de outro? — perguntou em voz baixa.
— Nenhum outro homem poderia ter um olhar como o seu. Juro que me deu um arrepio só de ficar perto dele. — Gressy olhou para sua senhora intensamente.
Lucy deu um passo adiante e exclamou:
— Basta de dizerem tolices!




Série Saga Montgomery
1- O Leão Negro 
2- A Donzela
3- A Herdeira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...