Mostrando postagens com marcador O Anjo da Meia-Noite. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador O Anjo da Meia-Noite. Mostrar todas as postagens

1 de novembro de 2014

O Anjo da meia-noite

Série Os Stokehurts


A cidade inteira exigia sua morte. Seria executada ao amanhecer acusada de assassinato.

As provas eram determinantes, tinham encontrado Tasia coberta de sangue ao lado do cadáver do seu prometido, o príncipe Mikhail. Mas Tasia não se lembrava de nada.
Graças à ajuda de uma criada consegue fugir encontrando refúgio na Inglaterra como professora da filha de lorde Stokehurst.
Sua vida dá um giro de 180 graus. Adeus à rica herdeira comprometida com um príncipe de sangue real, destinada a reinar sobre uma legião de criados. Agora a criada era ela e devia servir a um homem acostumado a obter tudo o que deseja incluindo a própria Tasia.
E ela não era indiferente ao charme de seu chefe.
Poderia fugir eternamente de seu passado e dos ditames de seu coração?

Capítulo Um

Londres, Inglaterra
Lady Ashbourne retorcia as mãos com nervosismo.
- Tenho uma ótima noticia para lhe dar Luke, encontramos uma dama para ser a governanta de Emma. Uma maravilhosa jovem, inteligente e com uma educação irretocável perfeita em tudo. Tem que vê-lo por ti mesmo.
Lorde Lucas Stokehurst, marquês de Stokehurst sorriu com ironia.
- Eis o motivo por ter sido convidado a vir aqui hoje. E eu que acreditei que era por minha encantadora conversa.
Fazia cerca de meia hora que estava bebendo chá e falando tolices no salão dos Ashbourne no Queen´s Square.
Charles Ashbourne, seu melhor amigo desde que estudaram juntos em Eton, era um homem encantador, dotado com um estranho talento: sempre via o melhor de cada pessoa, qualidade que não compartilhava Luke. Ao saber que seu amigo estava passando o dia em Londres o tinha convidado a lhe visitar quando acabasse com seus compromissos.
Assim que pôs os pés em sua casa, Luke soube que queriam lhe pedir um favor.
- É perfeita - repetiu Alice - Não é verdade Charles?
Charles assentiu com entusiasmo.
- Certamente querida.
- Saiu tudo tão mal com a governata anterior - continuou Alicia - que tentei encontrar uma boa substituta. Sabe o muito que quero a sua filha e o muito que ela se lembra de sua mãe.
Titubeou um momento.
- OH Deus, não queria te recordar a Mary!
O sombrio rosto de Luke continuou imperturbável. Tinham passados vários anos desde a morte de sua mulher, mas ainda sofria quando alguém pronunciava seu nome. E seria assim até o último dia de sua vida.
- Continue – disse em tom neutro – Fala-me desse modelo de virtudes.
- Chama-se Karen Billings, embora tenha vivido a maior parte de sua vida no estrangeiro, escolheu viver na Inglaterra. Viverá conosco até que lhe encontremos um trabalho adequado. Em minha opinião, é o bastante amadurecida para proporcionar a Emma toda a disciplina que necessita, e ao mesmo tempo é o bastante jovem para ganhar a simpatia da menina. Assim que a veja compreenderá que é exatamente o que necessita, estou segura disso.
- Muito bem.
Luke terminou seu chá, esticou suas longas pernas e disse:
- Me mande suas referências, darei uma olhada assim que tenha tempo.
- Bem… há um pequeno problema.
- Um pequeno problema? - repetiu Luke levantando as sobrancelhas.
- Não tem nenhuma carta de recomendação.
- Nenhuma?
O pescoço de Alicia se tingiu de rosa por cima das rendas do vestido.
- Prefere não falar de seu passado. Por desgraça não posso te dizer por que, mas confie em mim.
Depois de um breve silêncio Luke começou a rir.
Era um homem bonito de uns trinta e cinco anos com o cabelo negro e os olhos muito azuis. Entretanto seu rosto era mais atrativo por sua virilidade que por sua beleza, a expressão de sua boca era severa e seu nariz um pouco maior do que o habitual. Tinha o sorriso levemente irônico de um homem que não leva a si mesmo a sério e eram muitos os que tentavam imitar seu cínico encanto. Quando ria como agora, a alegria não alcançava realmente a seus olhos.
- Já ouvi o bastante Alicia. Certamente deve ser uma excelente governanta, um tesouro. Assim espero que outra família se aproveite desta joia.
- Antes de te negar, fale ao menos com ela.
- Não. Só me resta Emma e quero o melhor para ela.
- Miss Billings é a melhor.
- Só é uma protegida sua - objetou Luke com ironia.
- Charles…



Série Os Stokehurts
1- O Anjo da meia-noite
2- O Principe dos Sonhos
Série concluída
(GTR)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...