24 de maio de 2012

A Noiva Ideal

Trilogia Misadventures in Matrimony
Amar não estava em seus planos... 


Catherine jurou nunca se casar, depois de testemunhar, nas atitudes do próprio pai, como um marido podia se comportar mal. Infelizmente, seu ganacioso pai se recusava a permitir que a filha mais nova se casasse antes dela, e arquitetou um plano sórdido, que resultou em Catherine subindo ao altar com o noivo da irmã... 
Para atingir seus objetivos, Quint Childers, precisava de uma esposa que fosse graciosa, amável, a anfitriã perfeita. 
Certamente, não uma jovem teimosa e insolente como Catherine Fullbright. 
Por isso mesmo, ele não entendia por que se sentia tão atraído por ela. 
Conquistar o amor daquela dama notável seria um desafio, uma vez que ela nem mesmo simpatizava com ele. 
Se bem que o brilho naqueles exóticos olhos cor de mel devia significar alguma coisa... 
E Quint suspeitava de que fosse um intenso desejo contido...


Capítulo Um


Londres, 1801
— Não! Papai, por favor! Catherine socava as paredes do quartinho sob a escada, onde fora colocada de castigo. Contudo, mal conseguia fazer barulho, estava trancada no minúsculo espaço havia muito tempo, e se sentia fraca de tanto chorar. 
Mas era assim que o pai sempre a descrevia... Uma fraca. — Por favor... — ela insistiu, mas ninguém foi socorrê-la. Ninguém se importava com ela. 
Encolheu-se o máximo possível, mantendo os joelhos bem colados ao peito, para dar espaço aos ratos. 
á tinha dez anos, não deveria estar tão assustada! 
A mãe sempre dizia para agir como uma mocinha, mas, quanto mais as lágrimas escorriam, mais se desesperava. De repente, ouviu um barulho e abriu os olhos. 
Seria imaginação, ou... 
— Catie, você está aí? Era sua prima, Josephine Hale. Reconheceria aquela voz em qualquer lugar, era capaz de descrever cada detalhe de seu rosto, mesmo sem enxergá-la. 
Josie era muito alta para uma criança de oito anos, e magra também, tinha cabelos vermelhos e muitas sardas. Naquele momento, por certo, usava um tapa-olho, não por ter problemas de visão, mas pelo desejo de se tornar uma pirata um dia. 
— Estou aqui — Catie respondeu. Logo atrás vinha Ashley Brittany, segurando um castiçal com uma vela acesa. Também tinha oito anos, e era a garota mais linda que Catie já conhecera. 
Com cabelos loiros encaracolados, grandes olhos verdes, pele de porcelana e boca em forma de coração; era mais bela que a deusa Atena, cujo retrato Catie vira um dia em um livro de escola. 
— Viemos salvá-la! Josie alcançou a prima, que pulou e a abraçou com força. 
— Como souberam que eu estava aqui? 
— Hoje de manhã, na igreja, sua irmã estava zombando de seus gritos. Então logo imaginamos o que tinha acontecido, e viemos o mais rápido possível. Desculpe por não termos conseguido chegar antes — Ashley respondeu. 
Catie engoliu em seco. Era tarde de domingo? Então ficara trancada debaixo da escada por quase dois dias!
DOWNLOAD 




 2- AO ENCONTRO DA PAIXÃO


Na trilha da fortuna... 


Josie Hale está determinada a viver de acordo com a fama escandalosa de seus antepassados. 
De posse da metade de um mapa do tesouro que pertenceu a seu avô, ela está a meio caminho da fortuna. Infelizmente, a outra metade do mapa pertence ao conde Stephen Doubleday, um renomado libertino, e inimigo jurado de sua família. 
E Josie fará qualquer coisa para pôr as mãos naquele mapa... nem que, para isso, tenha de seduzir o belo conde... 
E uma paixão além dos sonhos... 
Para Stephen, essa história de mapa do tesouro nunca passou de conto de fadas. 
Mas para quem está na mais completa ruína financeira, a ideia de uma fortuna escondida até que é bem atraente, sem falar na companhia de uma mulher linda e sedutora... 
Talvez valha a pena enfrentar alguns perigos inesperados para encontrar o mais precioso de todos os tesouros: um amor ardente e
eterno...


Capítulo Um


Londres, 1801
Josephine Hale, de oito anos de idade, deixou escapar um sopro de ar e passou a cabeça e os ombros pela janela que havia acabado de pular. 
Como sempre, olhar para baixo lhe dava vertigens. 
Tinha a sensação de estar caindo, despencando de cabeça para o solo lá embaixo. 
Ela fechou os olhos e se segurou no batente. 
Não seja boba, censurou-se, lembrando-se do que o avô sempre lhe dizia: Seja corajosa. 
Abriu os olhos e sentiu o ar da noite castigando seus braços magros e o rosto fino. Ignorando o frio, Josephine estendeu a mão para a prima, Madeleine Fullbright. 
Os olhos azuis de Madeleine refletiam o medo, e seus cabelos castanhos e longos dançavam ao vento. 
— Vamos, Maddie. Segure minha mão! Madeleine olhou para Josie, depois para o chão, três andares abaixo. 
— Se eu me soltar, vou cair! 
A menina mantinha os pés apoiados no parapeito do edifício e se agarrava ao lençol que as primas haviam amarrado e jogado para fora da janela do quarto antes, no início da noite. 
— Não vai cair, Maddie! Eu não vou deixar. 
— É o que você sempre diz — Madeleine resmungou. 
— E você nunca caiu. — Maddie, depressa! — cochichou Ashley Brittany do chão. 
Ela e a prima, Catherine Fullbright, seguravam a outra ponta do lençol. 
Lado a lado, as duas eram como o dia e a noite. 
Ashley era loira, de olhos verdes como o mar; era extrovertida e estava sempre alegre e bem-humorada. Catherine era morena, de olhos escuros; tímida e reservada, raramente dava um sorriso. 
Madeleine e Catherine eram parecidas, mas Josie e Ashley se destacavam, Ashley pelos cabelos claros e a pele de porcelana, e Josie pelos cabelos avermelhados e brilhantes e pelos olhos verdes. 
Ela também era mais alta e mais esguia do que as outras. — Depressa, Maddie! Estou com frio — reclamou Catie. Josie a silenciou com uma exclamação abafada e olhou por cima de um ombro. 
Fazia dois anos que as meninas fugiam por aquela mesma janela, mas não eram exatamente discretas. Principalmente Ashley e Maddie, que não sabiam falar baixo. 
Mais uma vez, Josie estendeu a mão para Maddie, que fechou os olhos e a agarrou. Josie ajudou Maddie e as outras a subir pelo lençol e entrar pela janela. 
Assim que a janela foi fechada, Josie arrancou o tapa-olho de pirata e caiu deitada sobre a cama de Maddie. 
— Estou exausta! Ashley juntou-se a ela. 
— Eu também! 
— Mas é um cansaço bom — Josie opinou, apoiando-se sobre um cotovelo para olhar para Catie. 
— Mal posso esperar para crescer. Os piratas vivem fazendo esse tipo de coisa. 
— Não — protestou Catie. — Os piratas roubam do tesouro de Sua Majestade e dos cidadãos honestos. Bebem demais, provocam brigas, perdem os olhos, e por isso precisam usar tapa-olho. 
— Ah! Quanta bobagem!
DOWNLOAD 



 3- O PECADO DE MADELEINE


Para o bem ou para o mal... 


Cansada de ser cortejada por seu dinheiro, Madeleine Castleigh desistiu de encontrar o verdadeiro amor. Porém, durante a fuga para se casar com um entediante, mas honrado filantropo, a carruagem em que viaja é abordada por um nobre em fuga. 
Maddie fica alarmada, especialmente ao se deparar com Jack Martingale, justamente o tipo de homem atraente que ela jurou evitar... 
Perseguido por um poderoso duque determinado a vingar-se e armado de um exército particular,Jack não tem escolha a não ser confiscar a carruagem de Maddie. Ele promete partir assim que chegarem ao local do casamento, em Gretna Green, só que ele não contava em se sentir cada dia mais apaixonado pela beldade de olhos azuis. 
Quando o inesperado aparecimento do pai de Maddie e os enganos de um sacerdote bêbado alteram os planos de todo mundo, Maddie fica furiosa... até que descobre que os beijos de Blackthorne despertam nela uma paixão com a qual há muito tempo ela deixara de sonhar...


Capítulo Um


 Londres, 1801
Maddie iria aproveitar a noite ao máximo, nem que morresse por isso. 
E era provável que morresse, mesmo. Ela balançou a cabeça com força. 
Aquela não era a maneira positiva de pensar. 
Quando se esperava o pior, era isso que acontecia. 
Mas não havia nada de bom em se vestir de homem e perambular por Londres no meio da noite. 
A menos que quisesse ser raptada. 
Pense de modo positivo!, comandou para si mesma. 
Não gostava de usar roupas masculinas, mas pelo menos eram confortáveis. 
Não gostava de se esgueirar no meio da noite, porém assim não precisava levar uma sombrinha para se proteger do sol. 
E detestava subir em janelas, se arriscar a sofrer a ira de seu pai ou cair nas mãos dos criminosos que andavam pelos becos de Londres, mas... Deus! 
Ela ia ser assassinada e não havia nada de positivo nisso! Assim pensando, Maddie apertou ainda mais o braço de Catie e se apressou a seguir as outras duas primas aventureiras, Ashley e Josie. 
Acima, a lua parecia uma foice prateada no céu sem estrelas. 
As casas altas com terraços em Mayfair, com suas fachadas brancas com canteiros de flores, no momento pareciam sombras ameaçadoras, fitando-a com os olhos vazios de suas janelas. 
Maddie tentou fixar a atenção nos cabelos de Ashley. 
A névoa londrina obscurecia tudo a não ser o que estivesse a um palmo do nariz, mas as longas tranças douradas de Ashley pareciam reluzir. 
A prima virou uma esquina, e Maddie apertou o braço de Catie.  Depressa — sussurrou, não desejando perder Ashley de vista. 
Ela e Catie dobraram a mesma esquina e voltaram a ver os cabelos brilhantes de Ashley que esperava pelas duas. A névoa não penetrara naquele lado, e Maddie pôde ver as residências e o pequeno parque arborizado de Berkeley Square. 
Estavam quase em casa. Não iria morrer, afinal. 
— Está tudo bem? — perguntou Catie. 
— Tudo maravilhoso — replicou Maddie, desejando não tremer tanto. — Por que pergunta? 
— Está apertando meu braço com tanta força que vou ficar marcada. 
— Perdão. — Maddie afrouxou o aperto. 
— Não tem importância — murmurou Catie.
DOWNLOAD



Trilogia Misadventures in Matrimony
1- A Noiva Ideal
2- Ao Encontro da Paixão
3- O pecado de Madeleine Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 comentários:

  1. Marcia7:55 AM

    Paulaaaaaaaaa, você pediu e aí está postei.

    beijão

    Marcia

    ResponderExcluir
  2. Marcia, te mandei um e-mail com algumas coisas sobre o blog.
    Jenna, estou com saudades..melhora log..huahahah
    Bjs e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  3. Fatima10:05 AM

    jenna Sua opinião é muito importante este livros da Shanna Galem são hot? Fale um pouquinho sobre eles. Um abraço

    Fatima

    ResponderExcluir
  4. Marcia10:09 AM

    Fatima,

    Aqui é Marcia, e como deve saber a Jenna está se recuperando do acidente que sofreu. Ela não consegue ainda digitar.
    Por isso sinto muito lhe dizer que não poderei opinar devido não ler romances nenhum. Só estou mesmo aqui ajudando até ela voltar.


    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Marcia10:16 AM

    Olá Ana Paula G.

    Obrigada querida pela ajuda.
    Eu vi sim as instruções que me deu para poder baixar, mas sinceramente não tenho familiaridade com nada disso, me pareceu estranho várias palavras não terminadas ponto aqui, lá e me perco rs.rs.rs
    E a Jenna sente muita saudades de tudo isso aqui e principalmente de você que ela considera uma grande amiga, logo ela volta já consegue pegar no mouse, dar enter.

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Olá Fátima, eu já li o livro "Esposa Ideal". E respondendo à sua pergunta ele não pode ser considerado HOT, mas é claro tem um ou outro trecho com cenas do casal. Bom, na minha opinião é apenas um livro romantico, sem muitas surpresas, é bonitinho rss... Se vc se interessa pela leitura tranquila com certeza vai gostar, além do mais, é um livro bem curto. Espero poder ter ajudado.

    Márcia qrida beijo pra vc, e manda beijo pra Jenna, já li em outro post q ela está progredindo na recuperação, se Deus quiser logo logo ela volta .
    :Pp

    ResponderExcluir
  7. Li hoje "Ao Encontro da Paixão" assim como o primeiro livro da série, é bem curtinho, menos de 100 páginas. É bonitinho, e tem lá o seu mistério rsss. Eu gostei, leitura fácil e casal fofo e mega teimoso rssss ...

    ResponderExcluir
  8. O livro " O pecado de madeleine" está incorreto. Pois no seu lugar está o livro "A noiva ideal". deixar registrado para que quando a Jenna voltar, ser mais uma de suas tarefas rssss ....

    Beijo marcia

    Beijo Jenna

    ResponderExcluir
  9. Marcia11:29 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Marcia11:29 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Marcia11:29 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Marcia11:30 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Marcia11:30 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Marcia11:30 PM

    Obrigada por avisar Seriam.
    Já troquei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Obrigado querida, lendo os comentários do livro da Shanna, já fiquei satifeita.Melhoras para a Jenna.
    Um abraço
    Fatima

    ResponderExcluir
  16. Acabei de ler o último livro da triologia, é ótimo, tem passagens bem engraçadas, vále muito à pena ler. Gostei do livro, é curtinho ... recomendo.
    P.s¹: Fátima vc já leu algum ??? diga o q vc axou.

    P.s²: Márcia diga-nos como Jenna está, e como vc está tbm né rsss

    Beijos meninas !!

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Seriam

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...